Monthly Archives: Junho 2008

será que

… existe banda desenhada com canito atrás de pombinhos?

Pombos Franceses

Será que

… é hoje que vão colocar as minhas últimas fotos?

Tenho sentido muito frio, depois da tosquia os dias têm estado frios. Será porque tenho o pelo curto ou os dias estão mais frios. Que eu saiba o Inverno ainda está longe…

Estou triste

… hoje o João e a Titi, a propósito de nada, lembraram-se de esfregar os meus dentitos e pior que isso lembraram-se de pôr o spray para a pele seca.

Esta coisa é uma tortura fico sempre com os nervos em pé quando oiço o barulho. Xi Ainda por cima não querem que me deite da cama King Size, ao que parece faz muito barulho quando me ajeito, é de vime.

😦

Finalmente

… no Sábado tive um passeio a sério.

🙂

Um passeio gigantesco, ida e volta, desde o Terreiro do Paço até à Feira do Livro sempre a pé.

Na Feira do Livro, uma calmeirona meteu-se comigo. Estava eu toda entretida à espera que a Titi se despacha-se numa barraquita, apareceu atrás de mim uma cadela pernilonga Labrador. Mostrei-lhe toda a veia bairrista alfacinha aprendida nestes 7 anos de vida intensos. O pior é que a Titi pegou-me ao colo e não me deixou terminar o trabalho

Mais tarde, à noite, fomos a uma espécie de restaurante na rua, ali perto do Terreiro do Paço. Vi um casal a comer umas bifanas suculentas e perfumadas. Como é óbvio, pus o meu ar de esfomeada de 3 meses, ficaram enternecidos e ofereceram-me um manjar de reis.

Dia longo este: começou com tortura e acabou em deleite. Titi e João, quando é que temos outro passeio destes?

É daqui

… a pouco que vamos passear os três, claro que é em Lisboa à Feira do Livro.

Três coisas zuper boas: andar no barco, ir de metro e subir e descer o Parque Eduardo VII. Este último, sem sombra de dúvida, é o melhor de todos, porque além de receber uma boa dose de festas, vou poder ver os canitos da feira e cheirar coisas novas.

Até logo…

Choque de Sábado

… de manhã. Os Sábados costuma ser muito bons, mas este infelizmente não foi.

Levaram-me ao sítio onde maltratam os animais, só é bom quando vejo gatos, mas eles estão sempre nas caixas de transporte.

Ou seja hoje levaram-me ao veterinário aqui do Barreiro o Só Bichos. Fica aqui perto de casa na Rua transversal ao barbeiro que tem a gaiola cheia de passarinhos (um dia destes ainda apanho um…), ou seja na Rua Dr. José de Almeida no 30 R/C.

A Titi e o João levaram-me para a sala dos fundos, que é onde fazem as tosquias. Aquilo dá-me cabo dos nervos, a máquina a fazer “vrummmm” e a tremelicar. A Jesuína foi muito querida, mas houve momentos que me deu para morder a máquina… a coisa demorou uma eternidade. O João e a Titi estavam radiantes.

Eu no fim senti-me aliviada por duas razões: acabou-se a tortura da tosquia e a tortura do calor. Afinal há coisas que vêm por bem.

Aqueles dois não ficaram satisfeitos ainda tive que levar a pica, a medição da temperatura (mais tortura…), a auscultação, a vistoria aos ouvidos. Esta segunda parte foi melhor, recebi muitos elogios e tantas festas da Dra. Filipa e da menina que teimou chamar-me de menino (apesar dos reparos da Titi e do João).

Finalmente quando sai da sala, dei de caras com um gato engaiolado. Estivemos a medir forças (olhares) eu ganhei, não estava na gaiola… hehehehe foi fixe.

Na rua passei por uma data de pessoas, todos me elogiaram.

Ufa estou cansada de tanto escrever. Vou bater uma sorninha

Acho que

… a Titi e o João querem arranjar um amiguinho para mim.

Já ouvi dizer que querem um Westie, são do meu tamanho, tem pelo branco e são brincalhões… Houba houba, venha ele ou ela. 🙂

mas por favor arranjem um nome fixe, não me lembro de nenhum neste momento.